Battenberg Cake | Bolo Battenberg de Rosa e Pistácio


Se me querem ver feliz é enfiarem-me dentro de uma cozinha a fazer bolos. Adoro todo o processo que envolve a confecção de um bolo. Desde a pesquisa da receita que tanto pode ser de um outro blog que me inspira, ou de um dos tantos livros de culinária que tenho espalhados pela casa, do Pinterest, de uma revista ou ainda um bolinho bem simples, daqueles que via a minha mãe fazer aos domingos à tarde. E a vida sabe tão bem sempre que há um bolinho acabado de sair do forno para partilhar! Leio minuciosamente a receita para que não seja apanhado desprevenido com um passo mais complicado ou um ingrediente que não tenha em casa. E preparo com antecedência todos os utensílios e ingredientes que vou usar. Salvo raras excepções gosto de dar um toque pessoal às receitas, adicionando um ou outro ingrediente que goste mais. O melhor de tudo, para além do momento de provar o bolo, obviamente, é o perfume que se espalha pela casa. Aquele cheirinho delicioso a bolo acabado de fazer, que me faz viajar até à minha infância, é algo que me deixa de sorriso estampado no rosto.


Como sabem eu adoro desafios e a partilha desta receita é a resposta ao desafio mensal, o Sweet World, lançado pelas meninas Lia e Susana que para esta edição escolheram e muito bem o Battenberg Cake. Este é um bolo que eu há muito tempo tinha marcado na minha lista de receitas a experimentar. Aconteceu o mesmo com estes Safron Buns, estavam marcados há tanto tempo e se não fosse o Sweet World provavelmente ainda hoje não teriam saído do papel. É por isso que eu acho este desafio interessante, pelo facto de não só desafiar os nossos limites, levando-nos a sair da nossa zona de conforto e a experimentar receitas diferentes, mas também porque nos leva a fazer receitas que estão apontadas e vão ficando em lista de espera até serem reproduzidas.

Este é um bolo elegante e que não consegue passar despercebido na sua forma e cores. De origem alemã, consta que surgiu para simbolizar a união entre Inglaterra e Alemanha. E não pensem que é difícil de executar, bem pelo contrário. Exige apenas alguma perícia no corte dos rectângulos que deverão ser de igual tamanho para originar uma fatia perfeita. Optei pelos sabores clássicos de rosa e pistácio, mas existem outros como pêssego, framboesa ou côco. Os rectângulos de massa são unidos com compota de morango e o bolo é revestido com uma camada de massapão, o que lhe confere um acentuado sabor a amêndoa que, na minha opinião, combina na perfeição com os sabores do pistácio e rosa. Não deixem de experimentar esta maravilha, garanto-vos que vale mesmo a pena.


Battenberg Cake | Bolo Battenberg de Rosa e Pistácio
(receita adaptada do blog Lemon and Vanilla)

Ingredientes:
{para o bolo}
| 40 g de pistácios s/ casca
| 175 g de manteiga sem sal, amolecida
| 175 g de açúcar amarelo
| 3 ovos médios
| 175 g de farinha de trigo c/ fermento
| 1/2 c. (chá) de água de rosas
| corante alimentar verde
| corante alimentar rosa

{para finalizar}
| açúcar em pó
| 400 g de massapão (usei de compra)
| 5 c. (sopa) de compota de morango

Preparação:
1 - Pré-aqueça o forno a 170ºC (160ºC com ventoinha).
Unte duas formas rectangulares com 10cm de largura, tipo bolo inglês, com manteiga e forre com papel vegetal (em alternativa use uma forma quadrada com 20cm, unte-a com manteiga e forre-a com papel vegetal de forma a ficar dividida em duas, ou seja o papel vegetal deverá ser dobrado em forma de "T" invertido). Reserve.

2 - Coloque os pistácios num processador e pique até que fiquem em farinha. Reserve.

3 - Pese uma taça e anote o valor. Nessa mesma taça coloque a manteiga e o açúcar e bata durante cerca de 5 minutos, até obter uma mistura esbranquiçada e homogénea.
Sem deixar de bater junte os ovos, um de cada vez, batendo bem entre cada adição. Adicione 1 c. (sopa) de farinha e bata mais um pouco. Junte a restante farinha peneirada e envolva bem com uma espátula.

4 - Volte a pesar a taça, agora com a massa, e faça a diferença entre esse valor e o peso inicial. O resultado será o peso do conteúdo da taça. Distribua a mesma quantidade desse conteúdo de massa em duas taças diferentes.

5 - A uma das metades da massa junte a farinha de pistácio e envolva. Adicione algumas gotas de corante alimentar verde e mexa até atingir a tonalidade desejada. Verta esta massa numa das formas reservada e alise a superfície com uma espátula.

6 - À outra metade da massa adicione a água de rosas e o corante alimentar rosa. Misture bem até obter a cor desejada e verta a massa para a segunda forma. Alise a superfície com uma espátula.

7 - Leve as formas ao forno durante cerca de 30-35 minutos. Faça o teste do palito antes de retirar os bolos do forno. Retire as formas do forno e deixe arrefecer por completo.

8 - Polvilhe uma bancada com açúcar em pó e com o rolo da massa estenda o massapão de forma a obter um rectângulo com cerca de 35cm x 25cm e uma espessura de 3mm. Reserve.

9 - Desenforme os bolos e corte cada um deles em dois, no sentido longitudinal por forma a obter quatro rectângulos de iguais dimensões. Aqueça ligeiramente a compota de morango e pincele com ela os quatro rectângulos de bolo. Sobreponha-os para que colem entre si e por forma a formar um padrão tipo xadrez.

10 - Pincele o massapão com compota de morango e envolva com ele os quatro rectângulos de bolo. Com uma faca bem afiada apare os excessos de massapão, assim como as extremidades do bolo.

11 - Coloque o bolo num prato de servir e decore o mesmo a gosto (eu usei pistácios picados grosseiramente e rosas secas).

18 comentários:

  1. Está com um aspecto super super requintado mesmo, digno de qq celebração!!
    https://bloglairdutemps.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ruth, muito mas mesmo muito obrigado ❤️ Um beijinho.

      Eliminar
  2. Bom dia,
    Sempre que uso corante alimentar o bolo fica mais maçudo, tipo borracha, será só comigo? Será de serem líquidos? O que estarei a fazer mal?
    Parabéns pelos bolos são sempre lindos, lindos!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!
      Antes de mais, muito obrigado. 😀
      Nunca me aconteceu os bolos ficarem tipo borracha por usar corantes. Mas confesso que raramente uso corantes nas massas do bolos. No entanto e quando uso, como é o caso deste bolo, uso sempre corante em gel. Para além de serem de melhor quantidade, são mais concentrados o que permite usar uma menor quantidade.

      Eliminar
  3. Célio, que bolo lindo! Adoro pistáchio. Sinto-me muito tentada em experimentar este bolo.

    ****
    Ana Teles {Telita} | blog: Telita LifeStyleFacebookinstagramBlogs Portugalfeedly


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Talita! Eu também sou fã de pistácio e adoro o sabor na massa dos bolos. Se puderes experimenta, pois vale bem a pena e tenho a certeza que vais gostar. ;)
      Um beijinho

      Eliminar
  4. Olá Célio: ficou lindíssimo o teu Battenberg cake. Pensei fazer o meu para o Dia do Pai e também quero fazer com pistáchios. Agora, com a tua ajuda, vamos lá a ver se também consigo. Deve ser um bolo muito saboroso, para além de ficar lindo!!
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado Márcia! Eu adoro o sabor do pistácio nos bolos e por isso acho que também vais gostar. Com certeza que vais conseguir e vai ficar lindo. 😀 Depois partilha.
      Beijinho.

      Eliminar
  5. Olá Célio ! Obrigada , gostei muito do texto de introdução .As fotografias então fantásticas . Parabéns pelo seu trabalho sinto que está feliz com esta partilha. Um beijinh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!
      Qualquer partilha aqui no blog me deixa feliz, mas quando se trata de bolinhos o sentimento é ainda mais especial.
      Muito obrigado e um beijinho.

      Eliminar
  6. Que bolo lindo e que fotos maravilhosas estas, fiquei encantada, parabéns!

    ResponderEliminar
  7. Olá Célio,
    que coincidência gira termos publicado o Battenberg no mesmo dia :)
    Eu adorei este bolo. Acho que foi, de todos os que já fiz do SW, o que mais gostei. Adorei a união do massapão com o bolo. No caso do meu adorei ainda o facto de ter usado o lemon curd que ficou maravilhoso!
    Os ingredientes do teu são fabulosos, e a cor está linda! Adoro pistácios!
    E as tuas fotos estão maravilhosas e inspiradores como sempre.
    Beijinho grande
    Marta

    ResponderEliminar
  8. Célio,
    Já imaginas que nem tenho palavras para descrever esta tua aprticipação.
    É giro como a mesma receita, fotografada por um profissional como tu e uma amadora como eu, fica tão diferente sendo, no caso, que o teu está de babar claro!!
    As inspirações e adaptações são muitas e além dos livros, os blogues amigos e outros, são de facto fontes de inspiração.
    Obrigada por esta maravilhosa participação e por este Battenberg de dar água na boca a qualquer um.
    Um beijinho,
    Lia

    ResponderEliminar
  9. Lindo este bolo, dá vontade de comer o ecrã...
    Espero por si no meu blog http://pratosdabela.blogspot.com
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  10. Célio, este foi o Battenberg mais lindo e perfeito que vi até hoje ♥
    E já sabes que esses sabores são dos meus favoritos!
    Bjinhooos

    ResponderEliminar
  11. Dos mais lindos Battenberg que já vi!
    Ficou perfeito, e fotos top mister gula :)
    Esses sabores, tão bem escolhidos. Um dia também tenho de me aventurar nessa receita.
    É mesmo como dizes, fazer um bolinho é das melhores coisas.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  12. É tão gratificante ver que recebem as propostas do SW com o mesmo entusiasmo e dedicação com que as propomos.
    A tua versão deste belo clássico ficou de morrer, Célio! Do mais expressivo que há e numa composição lindissima.
    Parabéns e muito obrigada!
    E sim, fazer bolinhos tem esta capacidade de contribuir tanto para a nossa felicidade <3 Como percebo! :)

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  13. Lindo! Lindo!
    Estou iniciando agora minhas peregrinações pelos blogs... Passar por aqui deixou-me alegre.

    ResponderEliminar