Lamington Cake


Ano novo, vida nova. Quantas vezes já ouvimos ou dissemos esta expressão?! Sempre que chegamos ao mês de Janeiro queremos mudar umas quantas coisas nas nossas vidas. Este é um mês de mudanças, de novas rotinas, um mês de renovação em que são traçadas novas metas e lançados novos objectivos. É um mês de resoluções em que prometemos a nós mesmos que iremos fazer e mudar umas quantas coisas. Mas o tempo, esse não pára, os dias continuam a avançar no calendário. E a dieta que prometemos fazer, após termos comido de forma exagerada durante as festividades, já não começa no início de Janeiro, porque afinal há sobras para comer. Talvez lá para o Carnaval. Ou então não, porque afinal até gostamos mesmo de comer. Prometemos ir ao ginásio e lá nos arrastamos em passo de caracol ao mesmo tempo que descobrimos que temos novos músculos. No dia seguinte já não vamos porque as dores se tornaram insuportáveis. Até ao dia em que acabamos por desistir. E assim, à medida que os meses avançam, lá se vão desfazendo todas as resoluções que prometemos a nós próprios que iríamos cumprir minuciosamente. 

Isto tudo para dizer que este ano não fiz qualquer tipo de resolução. E já não é o primeiro ano que o faço. Não gosto de resoluções. O meu lema é viver um dia de cada vez e lutar todos os dias por ser feliz. É isso mesmo, dar mais importância às pequenas coisas do dia-a-dia, rodear-me de quem me quer bem e fazer coisas que me façam sentir feliz. E agradecer. Sempre. Agradecer pelas boas oportunidades que vão surgindo, pelas pessoas boas que a vida se encarrega de meter no meu camino, agradecer por cada dia em que acordo e luto por ser feliz.


Se há coisa que me deixa mesmo feliz é poder ligar o forno de vez em quando e fazer um bolo. Gosto de fazer bolos, adoro o cheiro de um bolo acabado de fazer. Por isso este ano quero fazer muitos bolos, e assim contribuir ainda mais para a minha felicidade. Quero partilhar e experimentar mais receitas novas. Daí que o primeiro post do ano seja um bolo. Mas não um bolo qualquer. Este é o Lamington Cake, que faço com muito gosto para participar no 2º aniversário do desafio mensal, o Sweet World, lançado pelas queridas Lia e Susana.

Os Lamingtons são de origem australiana e apresentam-se normalmente em forma de quadrados de bolo, que são mergulhados em chocolate e cobertos com coco. Já os vi imensas vezes a passearem-se pela blogosfera e confesso que tinha vontade de os fazer. Mas por serem tão simples e nada fotogénicos a receita foi sendo adiada. Até ao dia em que a Lia lançou o desafio e ela própria fez um Lamington Cake. Fiquei convencido e soube nesse preciso momento que era desta que iria colocar a receita em prática. Não fiz os quadrados, optei antes por esta receita que segue praticamente à risca os sabores originais, mas em forma de bolo. Gostei muito do resultado, fiquei mesmo convencido com os sabores e para que não ficasse um bolo de chocolate simples coberto com coco, decidi decorá-lo com creme de Mascarpone dando-lhe um ar mais vintage.


Lamington Cake
(receita adaptada do blog La Repostería de Miguel)

Ingredientes:
{para o bolo}
| 280 g de farinha
| 2 c. (chá) de fermento em pó
| 1 pitada de sal
| 120 g de manteiga
| 200 g de açúcar amarelo
| 3 ovos
| 1 c (chá) de extracto de baunilha
| 40 g de coco ralado
| 300 ml de leite

{para o recheio}
| 150 g de queijo Mascarpone
| 1 c. (sopa) de açúcar amarelo
| 60 ml de natas com 35% MG
| 200 g de compota de framboesa

{para a cobertura}
| 180 g de chocolate negro
| 100 ml de Natas com 35% MG
| coco ralado

Preparação:
1 . Ligue o gorno a 170ºC. Unte com manteiga e forre com papel vegetal uma forma de aro amovível com 20 cm de diâmetro.

2 . Numa taça misture a farinha peneirada, com o fermento e o sal e reserve.

3 . Bata a manteiga com o açúcar até obter um creme esbranquiçado. Adicione depois os ovos, um de cada vez, e bata bem entre cada adição. Junte o extracto de baunilha e o coco ralado e bata até todos os ingredientes estarem bem ligados.

4 . Adicione os ingredientes secos e o leite ao preparado anterior. Comece por juntar metade da farinha, depois o leite e por fim a restante farinha. Entre cada adição envolva delicadamente com uma espátula, mas sem bater demasiado.

5 . Verta a massa na forma e leve ao forno a 170ºC durante 45-50 minutos. Faça o teste do palito antes de remover o bolo do forno.

6 . Retire o bolo do forno e deixe arrefecer na forma durante 10 minutos. Passado esse tempo, desenforme e deixe arrefecer completamente sobre uma grelha.

7 . Corte o bolo na longitudinal por forma a ficar com duas camadas iguais.

8 . Corte o chocolate em pedaços pequenos e coloque numa taça de vidro. Leve as natas a lume médio até que comecem a ferver e de seguida verta-as sobre o chocolate picado. Deixe repousar durante 1 minuto e depois mexa energicamente até que o chocolate se funda e assim obtenha uma ganache brilhante.

9 . Cubra uma das metades do bolo (a que irá ficar por cima) com o chocolate derretido. A outra metade (a que ficará em baixo) barre apenas na lateral. Polvilhe com o coco ralado toda a superfície de bolo que tenha o chocolate derretido.

10 . Bata o queijo Mascarpone e junte o açúcar. Adicione as natas e bata alguns minutos até obter a consistência desejada. Coloque este preparado num saco de pasteleiro e reserve.

11 . Num prato de servir coloque a primeira camada de bolo. Faça um anel de creme de Mascarpone em toda a volta. No meio espalhe a compota de framboesa e alise com uma colher.

12 . Coloque a segunda camada de bolo e de seguida decore a gosto com mais creme de Mascarpone, em toda a volta, entre as camadas.

GuardarGuardar
Guardar

9 comentários:

  1. Está espectacular, Célio! Quero apontar p fazer um dia destes :) Abraço e um Doce Ano p ti e p os teus! P.S. - descobri o prob: o Internet Explorer ñ me deixa comentar neste blog :/

    ResponderEliminar
  2. Célio,
    há muito que o meu lema é viver um dia de cada vez. Mas todo o entusiasmo que se gera à volta das resoluções de Ano Novo até que têm o seu encanto!
    O teu Lamington está absolutamente deslumbrante!
    Um beijinho enorme
    e que este novo ano te trago muita felicidade
    Marta

    ResponderEliminar
  3. Meu querido Célio,
    Em primeiro lugar, um muito, muito feliz 2018 para ti e família!
    Que feliz que fico por o teu primeiro post ser este bolo dos Deuses e para o nosso SW!!
    Eu há anos que não traço objectivos nem traço metas de ano novo.
    Bem... a da dieta e do ginásio então... acho que não há ginásios que ganhem mais dinheiro com alguém, como os que me inscrevo ganham comigo (eheheheh) e quanto à dieta, já adoptei a máxima que não faço dieta não entre o Ano Novo e o Natal, mas sim entre o Natal e o Ano Novo (lol).
    Eu também sou de viver um dia de cada vez e cada vez mais, me contento com as pequenas felicidades da vida, como o dia em que te conheci no Verão passado (sem estar programado com antecedência) e tivemos aquele jantar magnífico na Cantina Peruana com a Marmita linda.
    Se em 2018 tiver outra oportunidade de estar contigo, já será mais um dia feliz a acrescentar.
    Quanto ao teu Lamington, que dizer? está tudo dito e escrito, tanto nas fotos lindas, como no texto certo?
    Fico muito feliz que participes no nosso SW e que aprecies os nossos desafios e sim, ter-te connosco é sempre um privilégio.
    Beijinho grande,
    Lia

    ResponderEliminar
  4. Olá Célio :)
    Que maravilha de bolo.
    Eu fiquei fã do Lamington Cake!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Que seja um bom ano Célio, com saúde e muitos bolinhos!
    Não costumo fazer resoluções, prefiro viver um dia de cada vez e isso mesmo, aproveitar todos os bons momentos que vamos vivendo. E comer tudo o que gosto!!
    O teu bolo lamington ficou dos deuses!! Lindo e quem me dera ter aqui uma fatia comigo :) Um beijinho.

    ResponderEliminar
  6. Célio mais um bolo maravilhoso!
    Já há algum tempo que ando com vontade de fazer lamingtons e fiquei deslumbrada com este formato. Está um amor, digno de uma capa de livro!
    Também não sou de fazer resoluções.
    Espero que tenhas um ano maravilhoso.
    Bjinhoos

    ResponderEliminar