Águas Aromatizadas - 4 Receitas Funcionais para o Verão


É do conhecimento de todos que beber água faz bem à saúde. Ainda assim tenho consciência que não bebo o suficiente e dou muitas vezes por mim a pensar que deveria beber mais água. Mas com estes dias de calor, a vontade de beber água aumenta, também devido ao facto de transpirarmos mais. Gosto de beber um copo de água logo pela manhã, ainda em jejum, dizem que ajuda a limpar o organismo. Mas durante o dia nem sempre tenho o hábito de o fazer. A única excepção é mesmo quando estou no ginásio e aí sim, bebo imensa água.

Como incentivo para passar a beber mais água  comecei a fazer águas aromatizadas. São muito simples de preparar, são saudáveis, pois não levam qualquer tipo de açúcares adicionados e podem ser preparadas com qualquer tipo de fruta, ervas aromáticas ou especiarias. Eu prefiro as que levam limão, mas tendo em conta que existe uma grande variedade de fruta no Verão, as combinações são mais que muitas. Misturamos umas ervas aromáticas ou especiarias ao nosso gosto, juntamos umas pedras de gelo e em poucos minutos temos uma água deliciosa que irá ajudar-nos a manter o corpo hidratado e a estabilizar a temperatura corporal.


No meu frigorífico passou a existir sempre um jarro com água aromatizada. Vou variando o sabor conforme a fruta que chega cá a casa. Agora já não tenho desculpas e noto que passei a beber mais água durante o dia. Das últimas águas que preparei cá em casa sairam quatro combinações deliciosas de sabores. Preparei estas receitas para acompanhar o artigo de Julho que criei em colaboração com o site Alegro, o qual vos convido a ler na íntegra aqui. Neste artigo falo um pouco da importância de beber água e dou a conhecer as águas aromatizadas como alternativa à água simples. Apresento ainda  quatro sugestões funcionais que nos irão ajudar a manter hidratados.


(artigo mensal escrito em colaboração com o site Alegro)

Águas Aromatizadas - 4 Receitas Funcionais Para o Verão

A água é um elemento natural importante. Sem ela nenhum organismo vivo existiria ou sobreviveria, estimando-se que entre 60% a 70% do corpo humano é constituído por água. Ela vai garantir o equilíbrio e o bom funcionamento do organismo como um todo e tem um papel fundamental na eliminação de toxinas e no transporte de nutrientes, oxigénio e sais minerais que mantêm as células vivas. É ainda responsável por regular a temperatura corporal.

Nunca será demais, portanto, reforçar a ideia de que é importante beber entre 1,5 a 2 litros de água por dia. Não sendo possível armazenar a água no nosso corpo, devemos ingeri-la com frequência por forma a manter o balanço entre a quantidade ingerida e a que se perde.

Contudo, manter esse equilíbrio não é fácil. Principalmente agora que os dias são mais quentes, a quantidade de água que libertamos é maior e por isso devemos beber água com mais frequência. Mas o simples gesto de beber água é para muitos um sacrifício. Por descuido ou porque simplesmente não apreciam o sabor insípido da água, é aqui que entra o papel das águas aromatizadas. Estas têm sabores mais fáceis de agradar ao paladar, além de serem saudáveis e práticas de preparar.

Para além de nos manterem hidratados e saciar a sede, as águas aromatizadas têm um papel fundamental na melhoria da digestão e na limpeza do organismo funcionando como elemento "desintoxicante".

(leiam o artigo completo aqui)


Águas Aromatizadas

Nota: para todas as receitas é usado 1 litro de água

Água Aromatizada com Morango e Manjericão
| 8-10 morangos
| 1 ramo de manjericão          

Preparação: 
Lave bem os morangos e corte-os em metades ou quartos. Separe as folhas de manjericão e coloque tudo num jarro. Acrescente 1 litro de água e deixe repousar no frigorífico durante 3-4 horas ou, de preferência, durante toda a noite.

Água Aromatizada com Lima, Framboesa e Hortelã
| sumo de 1/2 lima
| 1 lima
| 1 chávena de framboesas
| 1 ramo de hortelã                     

Preparação: 
Esprema para um jarro o sumo de 1/2 lima. Adicione uma lima  cortada em rodelas finas. Junte as framboesas lavadas e as folhas de hortelã. Encha o jarro com 1 litro de água e deixe em repouso durante a noite. Varie na quantidade de hortelã consoante o seu gosto.

Água Aromatizada com Mirtilos e Alecrim
| 1 chávena de mirtilos
| 1 raminho de alecrim

Preparação:
Lave os mirtilos e coloque num jarro. Adicione 1 raminho de alecrim lavado e encha o jarro com 1 litro de água. Deixe a repousar no frigorífico durante toda a noite e na hora de servir acrescente pedras de gelo.

Água Aromatizada com Limão, Pepino e Lavanda
| sumo de 1/2 limão
| 1 limão
| 1/2 pepino
| 5-6 flores de lavanda

Preparação:
Lave bem o pepino e corte em rodelas, sem tirar a casca. Junte o sumo de 1/2 limão e as rodelas de 1 limão. Encha o jarro com água e adicione as flores de lavanda. Leve a repousar no frigorífico durante 3-4 horas ou preferencialmente durante toda a noite.

Tarteletes de Cereja e Ruibarbo com Crumble


Sei que os dias quentes não convidam a ligar o forno. As temperaturas altas, típicas da estação, tendem a afastar-nos da cozinha e a vontade de preparar receitas mais elaboradas é pouca ou quase nenhuma. Apetecem as saladas, as sopas frias e os petiscos. Refeições simples, leves e práticas. Mas depois olho para a fruta amadurecida que chega cá a casa em grandes quantidades e que não é consumida em tempo útil. Como não sou de desperdiçar comida, começo logo a imaginar receitas para aproveitar a fruta. Alguma acaba por ser congelada, pronta a ser usada em gelados sempre que me apetecer. Outra é transformada em compota. Adoro preservar o sabor do verão em pequenos frascos de compota com os quais me delicio ao longo do ano. Mas o que gosto mesmo de fazer com a fruta madura são bolos e tartes. E nunca dispenso uma bola de gelado a acompanhar!

Foi o que aconteceu com os ingredientes destas tarteletes. Este ano chegou até mim uma quantidade generosa de ruibarbo, vinda das mãos de uma pessoa simpática e a quem eu agradeço de coração. Uma parte congelei, o resto usei em algumas receitas, como este bolo sem glúten ou estas galettes. Desta vez experimentei uma combinação diferente e usei uma das minhas frutas preferidas do verão, as cerejas. Adoro usar cerejas nas tartes, depois de cozinhadas o seu sabor parece que fica ainda melhor. Perfumei as frutas com baunilha e aromatizei com raspa e sumo de lima, o que resultou numa combinação irresistível de sabores, com uma base amanteigada e ao mesmo tempo crocante, algo que lhe é conferido pelos flocos de aveia. Não deixem de experimentar estas tarteletes e mesmo que não encontrem o ruibarbo, façam apenas com as cerejas ou combinem com morangos. Ah, e se forem gulosos como eu, não dispensem a bela da bola de gelado a acompanhar! Fará toda a diferença.


Tarteletes de Cereja e Ruibarbo com Crumble

Ingredientes: (para 8 tarteletes com Ø 10 cm)
[para a massa]
| 90 g de manteiga fria, em pedaços
| 80 g de açúcar amarelo
| 2 ovos
| 350 g de farinha s/ fermento
| 4 c. (sopa) de flocos de aveia
| 2 c. sopa de leite

[para o recheio]
| 500 g de ruibarbo
| 600 g de cerejas descaroçadas
| raspa de 1 lima (ou limão)
| sumo de 1/2 lima (ou limão)
| 4 c. (sopa) de açúcar mascavado
| 1 c. (sopa) de amido de milho
| 1 c. (chá) de pasta de baunilha (ou extrato)

[para o crumble]
| 125 g de farinha
| 75 g de açúcar amarelo
| 75 g de manteiga fria
| 1 c. (chá) de gengibre em pó (opcional)

Preparação:
1 . Coloque todos os ingredientes da massa num liquidificador ou robot de cozinha e dê alguns toques de turbo até obter uma mistura homogénea e areada. A massa deverá ficar mole mas não pegar às paredes do copo do robot. Se necessário adicione mais leite ou mais farinha conforme a massa esteja mais seca ou mais húmida (pode optar por amassar à mão, começando por envolver a manteiga na farinha, usando os dedos e, aos poucos, ir adicionando os restantes ingredientes)

2 . Transfira a massa para uma bancada, acabe de amassar com as mãos e forme uma bola. Reserve no frigorífico durante pelo menos 30 minutos.

3 . Pré-aqueça o forno a 160ºC. Unte com manteiga as formas das tarteletes e reserve.

4 . Numa taça coloque o ruibarbo, cortado em pedaços com Ø 0,5 cm. Junte as cerejas inteiras e descaroçadas, a raspa e o sumo da lima, o açúcar, o amido e a baunilha e misture. Reserve.

5 . Prepare o crumble, misturando todos os ingredientes com a ponta dos dedos, até obter uma mistura seca e areada. Reserve.

6 . Coloque a massa numa superfície enfarinhada e estenda com o rolo da massa, formando círculos com 0,5 cm de espessura e com um diâmetro ligeiramente maior que as formas. Forre as formas com a massa pressionando ligeiramente com os dedos. Pique ligeiramente a massa usando um garfo e leve ao forno durante 8-10 minutos.

7 . Retire do forno e distribua o recheio pelas tarteletes. Cubra com o crumble e leve novamente ao forno durante cerca de 35-40 minutos ou até que a massa e o crumble comecem a ficar dourados.

8 . Retire e deixe arrefecer. Sirva de preferência acompanhado de uma bola de gelado.

GuardarGuardarGuardarGuardar

Gelado de Limão e Lavanda


Talvez já tenham notado a minha ausência do blog ultimamente. Não, não me afastei da cozinha, bem pelo contrário. Tenho tido algum trabalho pessoal que, juntamente com outros projectos no qual estou envolvido, me roubam algum tempo para criar e partilhar receitas por aqui. Para além disso é Verão e  todo o tempo livre é usado para fazer o que mais gosto. Continuo a cozinhar todos os dias, a experimentar novas receitas e a enriquecer os meus conhecimentos. E cada vez mais gosto daquilo que faço, gosto de ver a magia acontecer quando combino vários ingredientes e os transformo em deliciosos pratos para partilhar e assim conquistar sorrisos de satisfação. As refeições por aqui têm sido do mais simples que há. Muitas saladas, pratos leves com várias combinações de sabores e texturas. O que o Verão tem de bom é que é uma estação bastante rica, quer em legumes quer em frutas e vegetais, o que nos permite dar largas à imaginação e trazer muita cor e sabor para o prato.


Esta é também, por excelência, a época dos gelados. E o que eu adoro gelados! E não, não precisa ser Verão para eu me deliciar com um gelado. Também nos dias frios me deixo levar pelo prazer de combinar um delicioso gelado com uma tarte, por exemplo. Mas gelados nunca são de mais e gosto de experimentar sempre novos sabores. Desde que comecei a fazer os meus gelados em casa que a imaginação deixou de ter limites e estou sempre a testar novos sabores e combinações. Limão e lavanda é daqueles casamentos que têm tudo para dar certo. É uma combinação que não desilude e que nos leva a querer sempre mais. Antes já havia testado estes sabores neste Bolo de Limão e Alfazema, cujo resultado me deixou bastante satisfeito. Portanto, já sabia de antemão que este gelado seria um sucesso. Com uma textura super cremosa e a ligeira acidez do limão a contrastar com o perfume da lavanda num equilíbrio perfeito que nos leva a querer mais e mais. Adorei o sabor e esta receita, que abre oficialmente a época dos gelados aqui no blog, será para repetir muitas vezes, ou não fosse eu um lemon lover.

Alguns meses depois e porque se proporcionou, volto a participar com esta receita no desafio Dia Um... Na Cozinha! Dá para acreditar que já vai na 50ª edição?! Pois, parece que foi ontem que foi criado este grupo no Facebook, no qual todos os meses é lançado um tema que nos permite dar largas à imaginação. Para esta edição o tema escolhido foi "Gelados de Fruta" e esta é a minha sugestão com uma fruta que nunca dispenso, o limão.

Gelado de Limão e Lavanda
(receita adaptada do blog Terminatetor Kitchen)

Ingredientes:
| 540 ml de natas frescas
| 1 c (chá) de flores de lavanda             
| 1 lata de leite condensado
| sumo e raspa de 1 limão

Preparação:
1 . Aqueça as natas num tacho, em lume baixo e sem deixar ferver. Retire do lume, adicione as flores de lavanda e deixe repousar durante 30 minutos.

2 . Coe as natas para uma taça usando um passador de rede fina. Tape e guarde no frigorífico durante a noite.

3 . Coloque uma taça metálica no congelador durante 15 minutos. Transfira as natas para a taça e bata até ficarem bem firmes, cerca de 7-8 minutos.

4 . Adicione o leite condensado e envolva delicadamente com uma espátula. Junte o sumo e a raspa de limão e envolva novamente até obter uma mistura cremosa e homogénea.

5 . Transfira o preparado para uma máquina de gelados e siga as instruções do fabricante (se não tiver máquina de gelados, coloque o preparado num recipiente ou forma e leve ao congelador. Nas duas primeiras horas mexa o gelado de 20 em 20 minutos. Isto evitará que ganhe cristais de gelo).